7

[livro] A cabana – William P. Young

livro a cabana william paul young

Confesso que nunca ter sido muito dada à leitura de best sellers, a não ser que por uma razão ou outra eles acabassem caindo em minhas mãos (e aí vale o princípio da compulsividade, também chamada de Gutembergomania: palavra impressa dando sopa é para ser lida). Tenho feito algum esforço no intuito de mudar este comportamento preconceituoso em relação aos livros mais vendidos, e tenho sido surpreendida positivamente em muitos casos, como no deste livro que hoje falo: A Cabana, de William P. Young. Minha mãe comprou porque minha irmã pediu, e ninguém aqui em casa leu. Tendo eu recém terminado Cem Anos de Solidão e não tendo nenhum outro livro em vista, entreguei-me à leitura deste best seller.

Minha primeira dica, que serve pra 95% de todos os livros, é: não leia a contracapa, nem as “orelhas”. É sério. Ler sabendo o que vai acontecer tira o sabor da leitura até no mínimo a metade do exemplar. Pelo jeito, ninguém sabe fazer uma prévia do que está escrito sem fazer tantos spoilers que a história inteira acabe perdendo a graça. É o que geralmente acontece: o pobre autor se esforça para criar um enredo com um certo suspense e algum mistério, e todo o esforço é em vão, porque a contracapa já anunciou o que iria acontecer até quase o final da trama.

William P. Young é canadense e, aparentemente, autor de um livro só. Pelo pouco que li, este livro não era para ser publicado: foi escrito, impresso e entregue como um presente a alguns poucos amigos de William, no natal de 2005. Porém, por insistência destes amigos, ele acabou lançando A Cabana no ano de 2007 através de uma pequena editora, após seu livro ter sido recusado por 26 editoras maiores. Atualmente, o livro já vendeu mais de 12 milhões de exemplares.

O livro fala de um homem que sofre uma grande perda, e através dela, tem um encontro com Deus. É difícil falar mais do que isto sem incidir no erro de fazer spoilers, mas vou deixar o resumo da história de lado, e falar da experiência da leitura de A Cabana em si. Quem não tiver problemas com o fato de saber da história antes de ler o livro, clique aqui e leia a sinopse do livro na wikipedia.

A Cabana William Young

A leitura deste livro não é recomendada a ateus sensíveis a opiniões contrárias às suas, assim como “O Retrato de Dorian Gray” não é recomendado a cristãos de fé abalável. Falo com leitores livres, que possam ler de tudo com o propósito de entender, de conhecer o lado oposto de suas próprias convicções. Encontrei neste livro uma nova forma de ver a Deus. Não me identifico plenamente com ela, mas acredito que a experiência com a divindade é diferente para cada pessoa e, apesar de eu acreditar em um único Deus (pai-filho-espírito santo), creio que a nossa relação com ele (ou a falta dela) seja fruto de com que olhos aprendemos a vê-lo. Se para ti ele é o “paizão”, o “amigão” ou “a mão que puxa a orelha”, isso depende de como aprendeste a te relacionar com ele. A Cabana me levou a repensar a maneira como me relaciono com Deus, e a buscar uma relação ainda mais intensa, ainda mais pessoal.

Sim, meus caros, este é o tema do livro. De certa forma, estou esperando algumas pedradas, visto que falar de Deus abertamente na internet me parece ser uma forma de subversão. Eu realmente aproveitei a leitura deste livro e falar sobre ele me era imprescindível; além do mais, para expressar apenas o que concorda com a maioria me parece que já tem gente demais.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (9 votes cast)
[livro] A cabana – William P. Young, 4.0 out of 5 based on 9 ratings
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Se você gostou desse post deixe um comentário ou assine o feed RSS para ter todo conteúdo no seu leitor de feeds favorito ou receber por email.

brunascomor

“Quem é você?” perguntou a lagarta. “No momento não sei muito bem, senhora” respondeu Alice, timidamente. “Eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que mudei muitas vezes desde então”. (Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll)

More PostsWebsiteTwitterFacebookPinterest

 

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home4/panthro/public_html/livrese/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273