0

[livro] Antes Tese – Renata Cunha

antes tese destacada

Ganhei Antes Tese no final do ano passado, e ainda não tinha conseguido ler. Sabem quando a gente simplesmente não consegue entrar na história? Começa a ler e parece que a história não te deixa entendê-la, decifrá-la, começá-la? Neste caso específico, minha barreira foi a linguagem (geralmente o é). Eu a definiria em uma palavra, como sendo “excessiva”. Palavras demais, algumas desnecessariamente rebuscadas, para ofertar ações e contextos simples. Minha preferência é por livros cuja complexidade se insinue nas relações entre os personagens e na história em si, ao invés de se impôr através da linguagem. Isto pode vir a tornar a leitura tão maçante quanto a leitura de certos artigos acadêmicos, que me parecem mais deslumbrados com a retórica em si do que preocupados em transmitir o que quer que seja.

A autora, Renata Cunha, é uma escritora, designer e publicitária sorocabana, e já ganhou um prêmio local com a escrita deste livro (1º Prêmio Jornal Cruzeiro do Sul de Literatura de 2010) que, de uma forma geral, classifico como bom. Apesar da já mencionada barreira inicial (e da minha implicância com a linguagem “bacharelesca”, que fala muito para dizer pouco), o enredo em si foi bastante agradável e inusitado. Uma vez na história, fui “fisgada” por ela. Sabem quando um livro nos inquieta, a ponto de querer ler tudo de uma vez para saber logo o que acontece no final? Foi o caso. Não sosseguei enquanto não descobri o final da história que, afinal, me surpreendeu.

Leitura é, de fato, uma questão de gosto. Eu, particularmente não gosto de ser lembrada pelo próprio autor de que há um autor de um lado e um leitor na outra ponta. Quando a narrativa para (adeus, acento diferencial!) de contar a história, e se dirige diretamente aos leitores, suspiro de ódio. Pouco me importa o quão ilustre seja a obra ou o escritor, vide Manoel Antônio de Almeida, eu ‘desgosto‘ e suspiro. Em Antes Tese, isto acontece algumas vezes, mas não o suficiente para que eu deixasse de gostar do livro. Nele, a escrita é altamente passional, e faz uso de vários elementos gráficos para expressar a consternação da autora para com o rumo seguido pelos personagens (caixa alta, desenhos simulando queimaduras na página, e até um rompante de poesia moderna na reta final). Achei divertido e inesperado o uso de elementos além da escrita para contar a história e transmitir sensações. Há um momento, no final do livro, onde rompe-se a barreira entre a história e a vida real, e é necessário prestar muita atenção para encontrar o limite entre elas; ainda assim, o leitor é capaz de se perder no limbo entre a vida da personagem e a da autora.

Não tenho ânimo algum para escrever aqui sobre livros de que não tenha gostado, portanto, este post é um indicativo de que tirei da leitura de Antes Tese um grande proveito. Mas há nele algo que ainda não consigo definir, coisa que só será resolvida quando mais alguém resolver ler o livro e generosamente compartilhar suas impressões comigo.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)
[livro] Antes Tese – Renata Cunha, 5.0 out of 5 based on 1 rating
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Se você gostou desse post deixe um comentário ou assine o feed RSS para ter todo conteúdo no seu leitor de feeds favorito ou receber por email.

brunascomor

“Quem é você?” perguntou a lagarta. “No momento não sei muito bem, senhora” respondeu Alice, timidamente. “Eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que mudei muitas vezes desde então”. (Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll)

More PostsWebsiteTwitterFacebookPinterest

 

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home4/panthro/public_html/livrese/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273