6

[livro] O Hobbit – J. R. R. Tolkien

uma-jornada-inesperada

Prosseguindo na resenha de livros de Tolkien (e aproveitando a proximidade da versão cinematográfica 😉 ), falemos hoje do primeiro livro publicado por ele, O Hobbit.

Como eu já disse neste post, Tolkien começou a escrever O Hobbit no início da década de 1930. Pelo final de 1932 o livro estava acabado e Tolkien emprestou o manuscrito a diversos amigos, incluindo C. S. Lewis. Porém, apenas em 1936 o manuscrito foi lido por Susan Dagnall, membro do corpo editorial da editora George Allen & Unwin. Impressionada, ela mostrou o livro para Stanley Unwin, presidente da editora, que por sua vez deu o manuscrito para seu avaliador oficial de livros infantis: seu filho Rayner, que tinha 10 anos na época. O Hobbit foi publicado pela primeira vez em 21 de setembro de 1937 e fez sucesso imediato.

A história se passa na Terceira Era da Terra-média. Tudo começa quando Gandalf, o Cinzento, procura o 14° membro para o grupo de anões liderados por Thorin Escudo-de-carvalho, que tentam recuperar o tesouro ancestral dos anões em Erebor, a Montanha Solitária, tomado pelo dragão Smaug. A escolha de Gandalf é bem peculiar: Bilbo Bolseiro, um hobbit do Condado. A história prossegue contando a jornada deste grupo, culminando na Batalha dos Cinco Exércitos.

Mas há um determinado trecho no livro que é bem importante: quando Bilbo encontra Gollum. Originalmente, na primeira edição do livro, a recompensa de Bilbo caso vencesse Gollum no desafio de charadas seria receber o “anel mágico” de presente; como Gollum não o encontrou, ofereceu-se para mostrar o caminho saindo da montanha onde Bilbo estava preso neste momento da história. Porém, ao buscar um elemento que pudesse ser usado para conectar O Hobbit com O Senhor dos Anéis, o anel foi o escolhido e Tolkien reescreveu este trecho, publicado a partir da segunda edição, dizendo que a recompensa seria Gollum mostrar a saída das cavernas da montanha onde Bilbo estava, sendo que Gollum planejava usar o anel para ficar invisível e matar Bilbo de qualquer maneira.

A forma como isso foi feito, a maneira como Tolkien incorporou isto na obra foi genial: em O Senhor dos Anéis, somos informados que tanto este livro como O Hobbit teriam sido traduzidos do Livro Vermelho do Marco Ocidental, escrito em parte por Bilbo. Como os anões a todo momento duvidavam da capacidade dele, Bilbo teria escrito a primeira versão para mostrar o quão esperto ele era. Após ser pressionado por Gandalf, Bilbo lhe conta a verdadeira história e posteriormente a Frodo, que a escreveu como marginália (comentários manuscritos feitos nas margens de livros), com pena de apagar a versão escrita pelo “tio” (apesar de ser chamado de sobrinho por Bilbo, na verdade Frodo era seu primo em 2° e 3° graus simultaneamente).

O livro completou este ano 75 anos de publicação, mas até hoje é aclamado como uma das melhores obras infantis já escritas (mesmo considerando-se o posterior arrependimento de Tolkien por ter infantilizado demais alguns trechos do livro, especialmente o início deste), sendo lido por crianças de todas as idades. Eu incluso. 🙂

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (3 votes cast)
[livro] O Hobbit – J. R. R. Tolkien, 5.0 out of 5 based on 3 ratings
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Se você gostou desse post deixe um comentário ou assine o feed RSS para ter todo conteúdo no seu leitor de feeds favorito ou receber por email.

Vinícius Cordeiro

“And all I ask is a tall ship and a star to steer her by” – John Masefield

More PostsWebsiteTwitter

 

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home4/panthro/public_html/livrese/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273