8

Meu top 5 – Cinco livros favoritos (por Roberta)

Top 5 melhores livros

Tenho como a Bruna, enorme dificuldade em eleger favoritos: é constrangedor abrir mão de uma escolha, sinto-me infiel, ou tal qual a comparação em meus comentários, uma cruel mãe que elege entre os seus filhos, o preferido. Porém, apesar desse apego sentimental que tenho por coisas e idéias, gostei do exercício da Tayra, apesar de considerar mais justo que se dividissem em cinco melhores livros de cada autor ou estilo. (Pronto, estou aliviada em poder reclamar um pouquinho! \o/)

Confesso que foi complicado sair esse post, fiquei durante algum tempo em frente aos meus livros, manuseando-os, relembrando sensações, a fim de conseguir graduar os escolhidos. Depois de muito pensar, decidi seguir um único critério: elegerei, sem uma ordem classificatória (porque isso, meus caros, já seria demais) aqueles que respeitam (e resguardam) minha memória afetiva.

 

Coração de vidro - José mauro de Vasconcelos

 

Coração de vidro – (José Mauro de Vasconcelos)

È o livro de minha infância. Graças à recomendação materna, o conheci.
Com ele aprendi a olhar com outros olhos a natureza, e como a vaidade e a insensatez podem nublar qualquer sólida relação humana. São quatro pequenas histórias que se entrelaçam, sendo os personagens a mangueira, o peixinho, o cavalinho e o pássaro, e eles nada têm de inanimados. O autor fez uso de recurso válido ao universo infantil e a obra é de um lirismo incrível. Emociono-me toda vez que há um novo encontro com esse livro.
Esse livro, de acervo pessoal, já foi devidamente anexado aos domínios de Hugo (sua biblioteca já conta com alguns bons livros, todos herdados, para que ele aprenda com as memórias de seus pais, tios e avós).

 

Paul McCartney and Wings Blackbird Singing

 

Blackbird Singing – (Paul McCartney)

È uma compilação das letras de músicas e poemas do período de 19651999, do meu  beatle favorito. Uma interessante obra bilíngüe, que às vezes utilizo para treinar o idioma que tão pouco domino. Porém, se tiverem escolha, fujam da tradução de Márcio Borges, pois, ele foi excepcionalmente infeliz em duas das minhas peças preferidas.

Tenho por hábito ler simultaneamente de dois a três livros, e quando preciso de um ‘respiro poético’, é nessa obra que encontro abrigo. Como é uma seleção de poemas musicados, posso de forma aleatória escolher qualquer página, porém, também como hábito, acabo elegendo sempre as mesmas… Apesar de ter em relação a esse livro um convívio (quase) diário, folheá-lo é sempre renovador. De forma literal afirmo: é meu livro de cabeceira.

 

A insustentável leveza do ser - Milan Kundera

A Insustentável leveza do ser – (Milan Kundera)

É um livro que amo amar.
Gosto de livros que marcam, que trazem respostas ou, ao menos, que dêem boas perguntas. Gosto de me sentir incomodada, é libertador sair de minha zona de conforto. O incômodo me inspira, e isso como conseqüência me faz repensar posturas, refutar certezas, eleger novas crenças… Leio para aprender, mas só aprendo quando estimulada, quando tenho os sentidos aguçados: preciso, por exemplo, ouvir cores, ver sons… Enfim, busco viver uma experiência psicodélica. Tudo isso para entrar no livro que é em minha opinião, hors concours
Kundera encontrou no romance um meio eficiente de descrever sobre um importante fato histórico: a Primavera de Praga, a sucessiva invasão russa com seus tanques de guerra e a polícia secreta, promovem um ambiente extremamente instável cercado de perseguições, chantagens e restrições. A partir desse incidente, os protagonistas vivem situações repletas de escolhas fundamentais em suas vidas: deixar o país, romper com a família, estar preparado para deixar as certezas e comodidades da vida definidas pela segurança da classe média em prol da liberdade e da própria individualidade. Foi feliz em discutir a relação peso/leveza existente na nossa vida, na dualidade de cada indivíduo, enfim, eu mais que recomendo a leitura.

 

O matrimônio do céu e do inferno - William Blake

 

O casamento do céu e do inferno – (Willian Blake)

Eu realmente adoro esse homem, e foi difícil eleger entre tantas, sua melhor obra. Mas considero que esse livro é uma excelente apresentação para aqueles que não conhecem o homem dos vários talentos.
Foi escrito em 1790 e revela um estilo comum nos escritos bíblicos, que é o discurso típico das profecias. O autor propõe nessa obra, uma crítica aguda às ilusões veiculadas pelas religiões dominantes, que impõem aos fiéis um ponto de vista dualista, opondo especialmente o céu ao inferno. É assim que ele revela sua doutrina de contrários, segundo a qual há uma constante contraposição entre bem e mal, alma e corpo, e assim por diante. Ou seja, é mais uma obra que explora a dualidade do ser humano.  É incrível.

 

A flor mais grande do mundo - José Saramago

 

A maior flor do mundo – (José Saramago)

Como não listar Saramago?
Impossível. Mas não queria citar os conhecidos, e gostaria de apresentá-los a uma faceta surpreendente: Saramago nos conta que uma vez teve uma ideia para um livro infantil, inventou uma história sobre um menino que faz nascer a maior flor do mundo. Não se julgava capaz de escrever para crianças, mas chegou a imaginar que se tivesse as qualidades necessárias para colocar a idéia no papel, ela resultaria verdadeiramente extraordinária: “seria a mais linda de todas as que se escreveram desde o tempo dos contos de fadas e princesas encantadas…”.
É dessa fantasia de grandiosidade que nasce o livro
E finalizando-o, faz duas pertinentes perguntas:
“E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos?
Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?”

Com a conclusão desse desafio, consigo classificar o exercício como extraordinariamente difícil e extremamente delicioso, e não posso deixar de agradecer a inspiração das lindas Tayra e Bruna, porém, desejando que os rapazes (Vinny e André) também apresentem sua listinha.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (3 votes cast)
Meu top 5 – Cinco livros favoritos (por Roberta), 5.0 out of 5 based on 3 ratings
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Se você gostou desse post deixe um comentário ou assine o feed RSS para ter todo conteúdo no seu leitor de feeds favorito ou receber por email.

raires

Neta de Madalena, filha de Maria, e mãe do Hugo: meu atual motivo de felicidade.

More PostsWebsiteTwitter

 

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home4/panthro/public_html/livrese/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273